Quem passar pela Av. José Jorge Estevam, esquina com a Rua Osvaldo Cruz na Barra Funda, poderá ver como o dinheiro público é empregado em benefício da coletividade, proporcionando conforto e tranquilidade para todos aqueles que por aquela localidade resolver ou necessitar transitar. Lembrando que naquele quadrante fica o acesso ao espaço interno de uma unidade da Louis Dreyfus Company.

Tentar explicar a visão que se tem ao olhar o reparo realizado pelo setor de Obras da Prefeitura é algo complexo, pois não há colocação técnica para descrever com assertividade o que foi realizado ali. Retiraram os paralelepípedos para fazer uma camada de concreto que pelo visto não contou com uma avaliação técnica, muito menos estudo do atrito causado pelos caminhões que ali transitam. Resumo da ópera: muito em breve estaremos com rachaduras e muito entulho “pedaços de concreto” espalhados pela via pública.

Foto: paralelepípedos retirados e obra realizada

A Rua dos Paivas que também dá acesso à unidade Louis Dreyfus, encontra-se cheia de buracos, quase intransitável, porém flagramos a majestosidade da natureza em um terreno particular, totalmente tomado por árvores e pássaros que proporciona a quem por ali passar além de paz a esperança de dias melhores.

 

Fotos: Buracos Rua dos Paivas

O fato é que a população Paraguaçuense merece mais, aqueles que geram e pagam impostos, a “Louis Dreyfus” e outros comércios próximos merecem mais. Todos os caminhoneiros, prestadores de serviços que dependem dessas vias públicas merecem mais. Esperamos que nossa matéria chegue até a Prefeitura Municipal, e que providências sejam tomadas para que este tipo de serviço, “colcha de concreto”, seja banido da administração pois, além de não resolver o problema existente, faz com que visitantes, vendedores e prestadores de serviços que compareçam a unidade da Louis Dreyfus tenham uma péssima impressão da cidade.

Nosso Jornal Eletrônico já realizou outras matérias em períodos diferentes, e em todas elas as cenas são as mesmas.

CLIQUE E VEJA A Matéria de 15/08/2019

CLIQUE E VEJA A Matéria de 31/08/2018