Conhecido do meio político de Brasília, ex-senador Magno Malta não deixou rastro após o final das eleições de 2018.

O ex-senador foi figura presente na eleição do Presidente Bolsonaro, acompanhou o Presidente em várias ocasiões, mesmo sendo próximo não conseguiu encaixar-se na administração.

Segundo sites de noticias em abril deste ano, fazia propaganda para uma marca de suplemento.

Porém sua derrocada iniciou-se quando acusou injustamente um pai de ter abusado de sua própria filha, segundo reportagem publicada pelo The Intercept Brasil de novembro de 2018. Desde então sua vida transformou-se. Não conseguiu sua reeleição ao Senado e também não teve espaço no Governo.

Veja matéria completa