Neto cada vez mais vem usando seu espaço na 'Band' para falar de assuntos além do futebol. Nesta quinta-feira, durante 'Os Donos da Bola', o 'Craque' comentou a fala do presidente da República, Jair Bolsonaro, que afirmou que 'todos nós vamos morrer um dia', quando falava da pandemia que já matou mais de 160 mil brasileiros.

© Fornecido por LANCE! Neto detonou Lazaroni (Reprodução)

O presidente arrematou afirmando que não adiantava 'fugir' dessa realidade e que por isso motivo o Brasil seria um 'país de maricas'.

- Aqui todo mundo vai morrer. Não adianta fugir disso, fugir da realidade. Tem que deixar de ser um país de maricas - disse, na ocasião.

O apresentador Neto desabafou sobre a fala de Bolsonaro, falou que o Brasil é um país trabalhador, mas racista, e questionou a quem favorecia a opinião do presidente.

- Quando o presidente fala que somos um país de maricas, como você pode acreditar no povo? Como você pode acreditar que o povo é trabalhador, que estamos passado uma fase desgranhenta, as pessoas arrebentando para trabalhar.... Nós somos um povo de maricas? Muito pelo contrário, até porque quem é homofóbico não sabe o que é ser gay, hétero, um país de racistas, que nós somos. Aí um presidente vem e fala isso. É mais ou menos igual ao futebol, favorece quem? Sempre os grandes - afirmou.