Jurar, prometer e colocar-se como guardião da educação parece que não será mais a muleta usada por políticos do pequeno e aconchegante município de Lutécia, cidade localizada no interior da Capital Paulista.

Nossa Redação recebeu uma denúncia de que tudo aquilo que foi prometido pela atual gestão ficou apenas na promessa. Segundo o denunciante, a atual gestão prometeu conforme consta em seu Plano de Governo melhorias na educação, porém as melhorias ficaram no Plano de Governo. Essas melhorias não conseguiram sair do papel.

Foto: Plano de Governo da atual gestão (parte que fala da Educação)

Chão quebrado, paredes trincadas, reboco caindo, azulejos soltos, brinquedos sem manutenção adequada. Um verdadeiro show de horrores que mostra o descaso e falta de compromisso dos políticos. Esses itens mencionados deveriam fazer parte de um passado, porém é o presente que assombra, e que faz com que funcionários fiquem descrentes da possibilidade de um ambiente escolar melhor.

A Redação do BOONDE News irá mostrar a você leitor luteciano a importância de acompanhar a gestão municipal para modificar o meio em que se vive. Promessas não podem mais fazer parte do cotidiano. Ações práticas, voltadas ao equilíbrio e à transformação do meio em que você leitor e eleitor vivem, são o caminho, e vamos pontuar que muitas das promessas que são divulgadas e apoiadas por Vereadores - que em tese deveriam representar o povo - não são cumpridas. Não existe por parte nem do Poder Executivo e por alguns membros do Legislativo interesse em promover as melhorias necessárias para o bem estar de todos os cidadãos.

Iniciaremos pela EDUCAÇÃO. Esse é o primeiro item básico que um governante e o Poder Legislativo constituído deveriam se preocupar. No decorrer dos próximos meses iremos apresentar o que foi feito no município para melhorar a Saúde, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Agricultura, Segurança, Estradas e Vias Públicas, Emprego, Meio Ambiente, Assistência Social, Terceira Idade, Funcionalismo Público Municipal, Comércio Local, Transparência, Economia e Resultados e Cemitério.

O cuidado da gestão municipal para com a escola municipal Antônio Monteiro da Silva é algo impressionante. Você, pai, que encaminha seu filho para aprender e ser um vencedor no futuro ficará estarrecido com aquilo que deixam acontecer com o bem público. O desleixo, a falta de programação de reforma e a incompetência mostram claramente a necessidade de engajamento popular nas ações do governo municipal.

Foto: Escola municipal Antônio Monteiro da Silva – vista da área externa

A escola municipal Antônio Monteiro da Silva recebe alunos da primeira a quinta série. Quando essas crianças chegam nessa unidade se deparam com o chão quebrado, podendo em caso de uma queda se cortar se caírem nas trincas existentes, banheiro em péssimo estado, pintura externa deteriorada. Essas crianças são impedidas de acreditar em um futuro e principalmente de acreditar que existe um mundo melhor.

Foto: área externa escola (piso quebrado)

Foto: área interna (banheiros)

Brincar e ser feliz são desejos de toda criança, também de seus pais. Afinal, quem paga imposto merece que a gestão municipal faça o retorno daquilo que é direito do cidadão. Na escola municipal Antônio Monteiro da Silva esqueceram que criança brinca. Que criança não vive apenas de merenda e estudo constante. Desde que uma criança se machucou no escorregador de madeira existente nesse local, entrando uma farpa de madeira em sua coxa, segundo informações do denunciante, esse equipamento foi retirado e até o presente momento não foi reposto.

Foto: área externa escola (local onde ficam os brinquedos das crianças)

Na escola municipal Antônio Monteiro da Silva fora o perigo de acidente na área externa, tanto alunos como professores convivem com o medo, o receio e a insegurança devido a rachaduras próximas da sala dos professores e que se estendem ao refeitório.

Foto: aérea interna (rachaduras sala dos professores e refeitório)

E não termina aqui. O denunciante nos informou que a sala de informática foi desativada há uns dois anos e que existe uma perua Kombi ano 2009 que por problemas no motor foi encostada, pois a administração “achou” caro o valor para arrumar o veículo.

Foto: Veículo modelo Kombi (2009) abandonado pela gestão municipal

A Redação do BOONDE News espera que os problemas elencados nessa matéria possam ser devidamente analisados pela Administração, também que o Gestor Público, aproveite o momento desse recesso escolar (paralisação das aulas presenciais) e realize na escola municipal Antônio Monteiro da Silva as reformas necessárias.

Seguramente isso irá contribuir para a melhoria da qualidade do ensino, elevará a auto-estima das crianças, dos diretores, professores e funcionários que não medem esforços para levar o conhecimento para materialização dos sonhos daqueles que seguramente serão o futuro dessa nação.