O governador Wilson Witzel participa de reunião por videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro e governadores do Sudeste sobre a pandemia, na semana passada – Eliane Carvalho – 25.mar.20/Governo do Rio

A fala de Jair Bolsonaro não agradou os Governadores que estudam acionar a Justiça se o presidente cumprir a sua vontade e assinar um decreto para liberar setores da economia a voltarem a funcionar. Bolsonaro disse ontem (29) que pensava em liberar a volta ao trabalho para quem precisa.

“Eu estou com vontade, não sei se eu vou fazer, de baixar um decreto amanhã: toda e qualquer profissão legalmente existente ou aquela que é voltada para a informalidade, se for necessária para levar o sustento para os seus filhos, para levar leite para seus filhos, para levar arroz e feijão para casa, vai poder trabalha”, afirmou o presidente.

Questionado se o texto já estava em estudo, Bolsonaro afirmou que havia acabado de pensar na ideia.

Os mandatários estaduais se disseram indignados com a atitude do presidente, que neste domingo contrariou a orientação do Ministério da Saúde e circulou por Brasília cumprimentando apoiadores

Veja também no BOONDE News:

FOGO AMIGO QUEIMANDO TUDO (BOONDE News)

Coronavírus: Por que população não deve seguir pronunciamento de Bolsonaro (UOLNoticias)

Prefeito de São Bernardo e deputada estão com coronavírus (Estadão)

Maia: 'Investidores da bolsa querem o fim do isolamento' (Estadão)

'Pula e nada acontece': dados desmentem Bolsonaro (BBC News)

*Informações Folha de São Paulo